Concurso de Moda Inclusiva RS

inscrições prorrogadas

Trabalhar com moda significa principalmente partir do princípio de que ela deve atender a todos, indiferente da religião, da idade, do gênero, do peso, da orientação sexual, da deficiência auditiva, visual ou da dificuldade motora.

Continuar lendo

Anúncios

Expoulbra 2015/2

Oi gente!

Nessa quarta e quinta, 21 e 22 de outubro, tivemos a Expoulbra, uma semana que reúne todos os cursos no Ulbratech para mostrar o que cada um oferece. São vários estandes com trabalhos feitos pelos alunos, banners, folders, enfim, vários meios de apresentar ao visitante o que acontece no respectivo curso da Ulbra.

No primeiro dia, a Débora e a Daniela ficaram responsáveis pelo estande de Design de Moda. Elas montaram manequins, trouxeram trabalhos feitos por elas e por outros colegas em sala de aula, e atenderam o público explicando tudo sobre o curso.

No segundo dia, foi a vez da Mar, Isadora (que é do design), Daniela e eu representarmos o curso e explicarmos um pouquinho do que rola por detrás do glamour que todos acham que é o curso de moda. (Sim, tínhamos tempo livre para fotos bizarras)

Acredito que foi uma experiência incrível, pois eu tenho sim orgulho da minha Universidade e sempre gosto de trazer o que fazemos em aula aqui para o blog, para que vocês conheçam mais e fiquem mais pertinho de como funciona dentro de um curso de Design de Moda.

Para saber mais dobre o Design de Moda na Ulbra, clique aqui.

Bisou 😉

Maratona Mude

Oi gente!

No último sábado, 26, eu estive presente em um evento bem bacana (registrei tudo lá no meu snap: tephiguimaraes e convidei vocês pela página do blog no Facebook, fiquem ligados que sempre aviso de eventos assim por lá). O Maratona Mude foi um evento realizado pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abi Calçados) e Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), no Barra Shopping, em Porto Alegre/RS. O evento contou com a realização de uma Batalha Criativa entre designers do meio calçadista, palestras e bate-papos.

O evento iniciou na sexta-feira, 25, contando com oficinas de customização, desenvolvimento de tênis, criação e fotografia, além da abertura da batalha.

SOBRE A BATALHA CRIATIVA: Quatro equipes receberam um briefing, brasilidade, para que trabalhassem em cima e dessem possíveis construções de protótipos de calçados femininos em um trabalho de 24 horas ininterruptas. Ao final o grupo vencedor levou para a casa um cheque de R$ 20 mil e uma experiência memorável de liberdade criativa.

Abaixo fotos dos calçados expostos para o público.

No local pudemos admirar exposições como calçados que podiam ser customizados, e que seriam doados para a Associação Beneficente Evangélica da Floresta Imperial (ABEFI).

Era possível desenhar nas paredes do evento ♥ Muito amor

Ganhei até mimo! Nem gosto de bici né…

Dentre os palestrantes estavam a estilista Fernanda Yamamoto, a estilista Isabela Capeto, a diretora de P&D da Arezzo, Cláudia Narciso, o diretor da Cartel 011 Cristian Resende e o apresentador do GNT Fashion, Caio Braz.

Enquanto rolava a palestra tínhamos muita arte ♥

A estilista Isabela Capeto expôs calçados sustentáveis (esse abaixo é de patchwork).

Essa exposição era de materiais usados no Verão 2017.

Preciso contar para vocês que para eu finalmente adentrar no evento passei uns pequenos probleminhas técnicos (haha), como deixar para imprimir o comprovante de matrícula na última hora, e ter que caminhar uma meia hora procurando um lugar para imprimir (incrível não ter nenhum perto do shopping), voltar muito exausta porque o lugar mais “perto” estava fechado, esperar o shopping abrir e finalmente imprimir lá dentro! Mas tem um porém, não me pediram o comprovante na entrada (adorei) hahaha Mas depois dessa história trágica de uma Stéphanie que deixa as coisas pra última hora, deixo abaixo umas fotos do meu look para o evento 😉

A saia é da Pompéia (e vocês conhecem desse post), o tricôt e o coturno não sei a marca.

Por fim encontrei no evento a dona Marieli, lá do blog Compra-se um Fusca. Já conhecia ela, mas hoje pude ficar um pouco mais pertinho (e sim, dar uma de fã, me dexe!). Obrigada pela companhia ♥

Fomos à Forever 21, mas eu só fiquei olhando mesmo, haha

Esse foi um dia cheio, gente, cheguei exausta em casa, mas com o sentimento de dever cumprido, afinal agregar conhecimento nunca é demais, ainda mais ouvindo dicas de profissionais tão renomados na área da moda.

Espero que tenham gostado do post, deixem seus comentários abaixo!

Bisou 😉

Prêmio Festimalha – 2015

Olá apaixonados pela moda!

No último dia 23 de maio tivemos a realização do 13º Prêmio Festimalha, um evento que reúne estudantes de Moda do Brasil em um concurso que envolve frio, malha, amor e moda. Não estive lá presente para registrar, mas me enviaram um pouquinho do que rolou e do sucesso que o concurso tem tomado com os anos.

Vale lembrar que meu segundo post aqui no blog foi sobre o Prêmio Festimalha de 2013! (na verdade considero o primeiro, pois no primeiro eu apenas dei um oi). E hoje já se passaram 2 anos, e muita gente talentosa passou por lá. Digo com convicção, pois conheço algum dos estudantes, foram meus colegas quando eu estudava na serra.

Enfim, sem mais delongas a inspiração desse ano era Nova Petrópolis, que completou 60 anos de história em 2015. Com o tema Nova Fashion, o evento retratou por meio das peças confeccionadas as belezas, cultura, paisagens e atrativos da cidade conhecida como Jardim da Serra Gaúcha.

Este ano, 16 criações de alunos de moda, estilo e design de universidades do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina, do Paraná e de São Paulo disputaram a premiação. Cada um apresentou duas peças, uma conceitual e outra comercial. Os trabalhos escolhidos foram avaliados durante toda a manhã e apresentados em um desfile especial, de tarde, no sábado, no Centro de Eventos. Os cinco jurados avaliaram a fidelidade ao tema, inovação conceitual e comercial, criatividade, harmonia e unidade das peças, profundidade de pesquisa, texto, qualidade e elaboração do produto final.

A responsabilidade de escolher os ganhadores foi do estilista e consultor de moda Marcondes Tavares, da consultora em gestão de malharias Daniela Barcarolo, da analista de pesquisa do Grupo UseFashion Ianny Bastos, da secretária adjunta de Educação, Cultura e Desporto de Nova Petrópolis Yedda Leão Michaelsen e da expositora pela Malharia Grecy Tricot, Aline Schwantes.

A vencedora, além de receber o auxílio estudantil de R$ 2 mil, teria a peça comercial confeccionada por uma malharia expositora e lançada no Festimalha 2016. O segundo lugar teria um auxílio de R$ 1 mil, e o terceiro de R$ 700, já o Voto Popular ganhava R$ 500 em vale compras no Festimalha. Os quatro vencedores teriam suas peças expostas no Museu da Moda de Canela (MUM). Além dos quatro vencedores, o Festimalha concedeu menções honrosas a coleções de destaque no concurso.

1º Lugar

Júlia Webber

Trabalho – Grünewald

Universidade de Caxias do Sul (UCS), Caxias do Sul – Rio Grande do Sul

2º Lugar

Nícholas Schuh

Trabalho – Kälte

Universidade do Vale do Itajaí, Balneário Camboriú – Santa Catarina

3º Lugar

Luciana Bentti

Trabalho – Schützen

Universidade Feevale, Novo Hamburgo – Rio Grande do Sul

Voto Popular – escolha por voto pelo site do Festimalha

Michel de Miranda – Renascer dos Plátanos

Universidade de Caxias do Sul (UCS), Caxias do Sul – Rio Grande do Sul

Menção Honrosa do Júri:

Lydia Priscila do Amaral – O Espetáculo da Indumentária

Faculdade Metropolitana de Guaramirim, Guaramirim – Santa Catarina

Menção Honrosa pela Fidelidade ao Tema:

Amanda Jaqueline Garcia Pinto – Terra de Vida e Luz

Faculdade de Tecnologia Tecbrasil, Caxias do Sul – Rio Grande do Sul

Menção Honrosa por Inovação Conceitual:

Júlia Webber – Grünewald

Universidade de Caxias do Sul (UCS), Caxias do Sul – Rio Grande do Sul

Menção Honrosa por Pesquisa:

Luciana Bentti – Schützen

Universidade Feevale, Novo Hamburgo – Rio Grande do Sul

Menção Honrosa por Texto de Inspiração:

Jonas Vidal Júnior – Da Extrema Origem às Ligações Improváveis

Universidade de Passo Fundo (UPF), Passo Fundo – Rio Grande do Sul

É uma experiência SUPER VÁLIDA para os estudantes de moda, pois nos traz maior conhecimento de como funciona elaborar uma coleção, ver materiais, seguir um briefing, escolher cartela de cores, e por fim ver sua obra prima desfilando e sendo contagiada de flashs e premiações.

Meus parabéns à Julia, sei o quanto ela é esforçada e talentosa, vai longe essa menina!

Bisou gente 😉 Até um próximo post!