Reflexões de fim de ano

Nesse momento tá tocando RBD no meu fone, e percebo que já se passaram 10 anos desde essa febre.

Final de ano é sempre igual. Junto dele vem as perguntas rotineiras, seja no ciclo de amigos, família ou trabalho. “E aí, agora que tá formada já tá trabalhando?”, “E os namoradinhos?”, “Quais os planos pro ano que vem?”. Juro que quando me perguntam essa última eu tenho vontade de dizer “Amanhã mesmo vou pegar uma mochila, subir as colinas e viver numa cabana junto com os duendes e unicórnios”.

Continuar lendo

Anúncios